domingo, 11 de abril de 2021

Brasil

Stock Car vive mês de definição do título

06 Nov 20 - 21h03 Juliet Manfrin
Stock Car vive mês de definição do título

Da oitava etapa, que será disputada no próximo sábado em Curitiba, até a 12ª e última em Interlagos, a Stock Car viverá 36 dias que definirão o novo campeão brasileiro da categoria. O momento é de foco total e muito trabalho na sede das equipes, especialmente por que a quantidade de pontos que podem ser conquistados até a bandeirada final do campeonato na pista paulistana deixa totalmente em aberto a disputa pelos primeiros lugares da classificação.

A Stock Car fará a oitava etapa no sábado, em rodada simples (com uma prova), e no domingo volta à pista curitibana para a nona etapa da temporada, esta realizada em rodada dupla, colocando em jogo um máximo de 84 pontos. O mesmo formato será utilizado na 10ª e 11ª etapas, em Goiânia, nos dias 21 e 22 de novembro. Mas como já é tradicional na categoria, a final em Interlagos, dia 13 de dezembro, será realizada em rodada simples valendo 60 pontos. Com isso, pilotos e equipes têm diante de si o máximo de 228 pontos que teoricamente seriam conquistados por quem vencesse todas as corridas. Considerando que o líder da pontuação, o gaúcho Cesar Ramos, soma 172 pontos, fica clara a importância destes 30 e poucos dias que a categoria tem pela frente.

O momento – Vencer todas as corridas é algo que certamente não passa pela cabeça dos pilotos. A meta na verdade é tentar o que for possível, uma vez que nas sete etapas realizadas até agora a Stock realizou 11 largadas, com nada menos que dez vencedores diferentes. Em um momento tão competitivo como esse, proporcionado pelo lançamento dos novos Toyota Corolla e Chevrolet Cruze e o regulamento técnico e desportivo 2020, a sensação geral é a de que todos estão diante de um grande desafio.

Outro elemento contribui para acirrar esse cenário competitivo: o descarte obrigatório dos três piores resultados, que será aplicado após a última etapa, tirará da equação situações injustas – como um abandono por quebra ou acidente involuntário – para manter na conta apenas os resultados obtidos com o desempenho na pista.

Classificação e histórico – Com Cesar Ramos na ponta somando 172 pontos, a classificação tem Ricardo Zonta em segundo (158 pontos), seguido por Ricardo Maurício (154), Rubens Barrichello (149), Thiago Camilo (148), Gabriel Casagrande (133) e o atual campeão, Daniel Serra (131), todos com claras convicções de brigar pelo título.

Em sua última passagem por Curitiba, em 2018, a Stock disputou uma rodada dupla com vitórias de Felipe Fraga e Lucas Di Grassi. A pole position foi de Rubens Barrichello. Mas os maiores vencedores em atividade são Daniel Serra, com cinco primeiros lugares, Ricardo Maurício (4) e Thiago Camilo (3) – pilotos que também estão entre os primeiros colocados na tabela. No histórico da pista, os maiores vencedores são Ingo Hoffmann (9 vitórias) e Chico Serra (7), pai de Daniel Serra, o terceiro colocado no ranking.

Homenagem – A Stock Car também vive um momento de grande comoção com a passagem de um de seus chefes de equipe históricos, Amadeu Rodrigues, falecido no sábado passado (31) em um acidente rodoviário na região de Uberlândia (MG). Rodrigues, 65, era o fundador da Hot Car, equipe está na Stock desde 2001. Bem sucedido também como piloto, em sua carreira Amadeu colecionou vitórias e grandes resultados em diversas categorias.

Confira a programação, classificação e outras informações sobre a temporada:


PROGRAMAÇÃO DA STOCK CAR EM CURITIBA

Sexta-feira, 6 de novembro

8h00 às 8h10 – Shakedown

9h05 às 10h15 – Treino livre 1

12h25 às 13h55 – Treino livre 2


Sábado, 7 de novembro

8h30 às 8h45 – Treino pré-classificação

9h00 às 9h35 – Classificação

11h00 – Corrida 8ª etapa (40 minutos)


Domingo, 8 de novembro

8h30 às 8h45 - treino pré-classificação

9h00 às 9h35 – classificação

11h00 – Corrida 01, 9ª etapa (30 minutos)

11h55 – Corrida 02, 9ª etapa (30 minutos)


CAMPEONATO APÓS SETE ETAPAS

1º - Cesar Ramos - 172 pontos

2º - Ricardo Zonta – 158

3º - Ricardo Maurício – 154

4º - Rubens Barrichello – 149

5º - Thiago Camilo – 148

6º - Gabriel Casagrande – 133

7º - Daniel Serra – 131

8º - Allam Khodair – 131

9º - Átila Abreu – 128

10º - Rafael Suzuki – 119

11º - Nelsinho Piquet – 118

12º - Bruno Baptista – 106

13º - Diego Nunes – 102

14º - Julio Campos – 100

15º - Cacá Bueno – 82

16º - Guilherme Salas – 82

17º - Denis Navarro – 80

18º - Matías Rossi – 78

19º - Lucas Foresti – 68

20º - Galid Osman – 68

21º - Gaetano di Mauro – 52

22º - Marcos Gomes – 48

23º - Pedro Cardoso – 38

24º - Tuca Antoniazi – 27

25º - Vitor Genz – 11

26º - Vitor Baptista – 8


VENCEDORES EM 2020:

Goiânia: Ricardo Zonta e Rubens Barrichello

São Paulo: Nelsinho Piquet e Ricardo Zonta

Londrina: Rafael Suzuki e Ricardo Maurício

Cascavel: Thiago Camilo, Bruno Baptista e Daniel Serra

Velocitta: Julio Campos e Diego Nunes


VENCEDORES EM CURITIBA

1) Ingo Hoffmann, 9 vitórias

2) Chico Serra, 7

3) Daniel Serra, 5

4) Xandy Negrão e Ricardo Maurício, 4

6) Thiago Camilo, 3

7) Adalberto Jardim, Paulo Gomes, Guto Negrão, Cacá Bueno, Valdeno Brito, Átila Abreu, Marcos Gomes e Felipe Fraga, 2

15) Fábio Sotto Mayor, Wilson Fittipaldi Jr, Ângelo Giombelli, Giuliano Losacco, Pedro Gomes, Antonio Jorge Neto, Rodrigo Sperafico, Allam Khodair, Diego Nunes, Julio Campos, Sergio Jimenez, Lucas Foresti, Max Wilson, Antonio Pizzonia e Lucas Di Grassi, 1 vitória


VITÓRIAS DE PILOTOS EM ATIVIDADE

1) Daniel Serra, 5

2) Ricardo Maurício, 4

3) Thiago Camilo, 3

4) Cacá Bueno, Átila Abreu e Marcos Gomes, 2

7) Allam Khodair, Diego Nunes, Julio Campos e Lucas Foresti, 1 vitória


AUTÓDROMO INTERNACIONAL CURITIBA

Total de provas realizadas: 61 corridas entre 1989 e 2018 (exceto 1992, 94 e 95)

Últimos resultados:

Data: 08/04/2018

Pole Position: Rubens Barrichello, 1min18s029, média de 170,475 km/h

Vencedor Corrida 01: Felipe Fraga

Melhor volta Corrida 01: Felipe Fraga

Vencedor Corrida 02: Lucas Di Grassi

Melhor volta Corrida 02: Diego Nunes

Distância: 30 voltas ou 110,85km (Corrida 1) e 28 voltas ou 103,46km (Corrida 2)

Extensão da pista: 3.695 metros


PRÓXIMAS ETAPAS

8ª e 9ª etapas – Curitiba, 07 e 08 de novembro

10ª e 11ª etapas – Goiânia, 21 e 22 de novembro

12ª etapa – São Paulo, 13 de dezembro

Via: Assessoria - Foto: Duda Bairros/Stock Car


Envie sugestões de Pautas ou Fotos, para o nosso Whatsapp que a nossa equipe irá atender você.
Entre no nosso grupo do WhatsApp: Clicando Aqui

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.