segunda-feira, 12 de abril de 2021

Cascavel

Ato criminoso? Vereador denuncia bloqueio de nascentes e desvio na canalização de rio no Country

24 Nov 20 - 15h27 Atualizado 24 Nov 20 - 16h12 Juliet Manfrin

O vereador Paulo Porto (PT) usou o plenário da Câmara Municipal de Vereadores de Cascavel na tarde desta terça-feira (24) para denunciar e apresentar uma série de vídeos e imagens indicando um possível e grave crime ambiental sem precedentes registrado em Cascavel. 

Trata-se de um evidente bloqueio de duas nascentes do Rio São Francisco Verdadeiro em um barranco em plena área urbana do município, no Bairro Country, no cruzamento das ruas Londrina com Pedro Ivo.

As denúncias foram levadas ao vereador por um grande entusiasta e protetor do rio que costuma cuidar do entorno e das nascentes há pelo menos 40 anos. Ilário Dranske conta que a situação estranha começou a ser observada há cerca de 20 dias. O que antes tinha água jorrando com abundância, deixou vertê-la de uma hora para a outra. “Na quinta-feira [há cerca de 3 semanas] fui lá, recolhi o lixo, a água estava correndo normalmente, na sexta eu saí e fiquei o dia todo fora, no sábado quando voltei já não tinha mais uma gota d´água”, denuncia o morador. 

Tudo ficou comprovado, inclusive por imagens registradas no local. No início do vídeo feito pelo morador é possível identificar o rio correndo normalmente, mas nas imagens feitas ontem pelo morador e pelo próprio vereador, cedidas ao Portal24, o mesmo trecho está completamente seco. “Em 40 anos nunca vi faltar água aqui e mesmo que fosse pelo tempo seco, não secaria de um dia para o outro, não da quinta para o sábado”, completou o morador.

Inconformado com o que via, Ilário desceu até as nascentes e se deparou com uma situação alarmante: ferramentas abandonadas no local e as nascentes completamente obstruídas, ao que tudo indica, por uma ação criminosa e feita de forma proposital. “Aí fui com uma enxada, um facão e reabri, a água voltou a jorrar. Mas poucos dias depois voltaram ao local e fecharam novamente. Agora está tudo seco mais uma vez”, conta Ilário.


Mais problemas

O vereador Paulo Porto foi ontem até o local e acompanhou de perto a situação degradante que se transformaram as nascentes. Ele lembra que se trata de um local muito próximo de onde está sendo construído um empreendimento imobiliário.

A área preservada é a mesma que recebeu certificação há alguns anos no projeto Cascavel Cidade das Águas. Na época uma série de ações foi realizada para sua proteção. A água vinda daquelas nascentes era canalizada para o rio. Uma pedra fundamental marca o local.

“Fica muito claro que não é morador de rua ou vândalos que estão fazendo isso, são pessoas que foram lá exclusivamente para tapar as nascentes”, denuncia o vereador. 

Os problemas encontrados no rio não param por aí. Segundo o vereador, ao se abrir a tampa de um bueiro por onde o rio passa de forma canalizada, até esse ponto era desviado para o leito natural do rio com um trabalho feito à época pela Itaipu Binacional, teve a passagem de água lacrada, sendo desviado para as galerias pluviais. “Será que por acaso a Sanepar errou em ter feito esse serviço nas galerias pluviais? Por acaso alguém foi fechar as nascentes? Há construção por perto. O que me parece ser é uma sabotagem do leito do rio para seguir com algo sem problemas”, considerou o vereador.

Paulo Porto vai pedir à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que já acompanha o caso, as apurações necessárias para detectar possíveis crimes ambientais. O vereador também quer saber sobre as licenças ambientais para edificações próximas, além de formalizar uma denúncia no Ministério Público sobre o caso ainda terça-feira.


O que diz a Sanepar

Foram feitos dois consertos na rede de esgoto naquela região há alguns dias. A tubulação, que coleta o esgoto na região, havia rompido e a secretaria de Meio Ambiente avisou à Sanepar para que fosse feito o conserto. “Isso foi tudo o que foi feito no local. Na calçada e rua, fora do rio. Não foi feito nenhum desvio de rio, nem feito tamponamento em nascentes pelas equipes da Sanepar”, destacou a assessoria da Sanepar.

Via: Redação/Juliet Manfrin - Foto: Imagens cedidas ao Portal24


Envie sugestões de Pautas ou Fotos, para o nosso Whatsapp que a nossa equipe irá atender você.
Entre no nosso grupo do WhatsApp: Clicando Aqui

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.