quinta-feira, 29 de julho de 2021

Paraná

Estado e prefeituras da Grande Curitiba se unem para criar plano único de ação contra a pandemia

02 Dec 20 - 20h13 Juliet Manfrin
Estado e prefeituras da Grande Curitiba se unem para criar plano único de ação contra a pandemia

Via: Agência Estadual de Notícias - Foto: Agência Estadual de Notícias

Governo do Estado, prefeitura de Curitiba e de cidades da região metropolitana intensificaram a construção de uma normativa em conjunto que pretende estabelecer novas regras para conter o avanço da transmissão da Covid-19. Durante encontro nesta quarta-feira (02) no Palácio Iguaçu, prefeitos consorciados à Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec) entregaram uma série de propostas com foco no combate ao vírus.

As medidas devem ser aplicadas nos próximos dias em virtude do aumento no volume de casos e do asfixiamento do sistema público de saúde, devido a alta na procura por leitos de enfermaria e UTI.

A intenção é criar uma regulamentação única que possa ser aplicada em todos os municípios, incluindo a capital. Uma nova reunião está prevista para ocorrer nesta quinta-feira (03), pela manhã, também no Palácio Iguaçu e com a presença do governador Carlos Massa Ratinho Junior, para finalizar o instrumento jurídico.

“Estamos estudando quais medidas precisam ser tomadas neste momento para evitar o colapso no sistema hospitalar. Contamos com a colaboração da sociedade na adoção do distanciamento social, das medidas de higiene e também para evitar aglomerações. Só assim poderemos ter um Natal mais tranquilo”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

“Já vimos que a adoção de um regramento individual não surte tantos efeitos. Precisamos da união de todos os municípios no estabelecimento de regras restritivas que valham para toda a Região Metropolitana”, acrescentou o prefeito de Fazenda Rio Grande e presidente da Assomec, Marcio Wozniack.


Envie sugestões de Pautas ou Fotos, para o nosso Whatsapp que a nossa equipe irá atender você.
Entre no nosso grupo do WhatsApp: Clicando Aqui

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.