quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Policial

Personal trainer é preso com Pramil e anabolizantes na Ponte da Amizade

13 Jan 21 - 15h41 Juliet Manfrin
Personal trainer é preso com Pramil e anabolizantes na Ponte da Amizade

Nesta quarta-feira (13) a Receita Federal do Brasil e a Força Nacional, no âmbito da Operação Fronteira Integrada, deram voz de prisão a um viajante que entrava no Brasil portando medicamentos e anabolizantes na Ponte Internacional da Amizade.

Por volta das 12h, um táxi paraguaio ocupado pelo motorista e dois passageiros foi abordado pelas equipes para fiscalização de rotina. Durante a vistoria, os servidores encontraram vários comprimidos de Pramil e anabolizantes na bagagem de um dos viajantes, um personal trainer natural de Minas Gerais. Também foram apreendidos eletrônicos e vitaminas que estavam na bagagem do segundo passageiro, que foi liberado logo em seguida com o motorista e o veículo. 

Medicamentos importados sem o devido controle sanitário trazem riscos à saúde. Ademais, a importação irregular de produtos promove a concorrência desleal e causa danos ao erário. 

O contrabandista foi preso em flagrante por importar medicamentos de forma ilegal e encaminhado à Polícia Federal para as providências cabíveis.

A Receita Federal disponibiliza um telefone de contato para denúncias, de forma anônima, por meio do número (45) 9.9152-2036 e (45) 9.9134-0100.

Essa iniciativa está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto nº 8.903/2016, tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalizações atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros.

Via: Receita Federal - Foto: Receita Federal


Envie sugestões de Pautas ou Fotos, para o nosso Whatsapp que a nossa equipe irá atender você.
Entre no nosso grupo do WhatsApp: Clicando Aqui

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.