sábado, 10 de abril de 2021

Cascavel

COLAPSOU? Superlotados, hospitais particulares “param” novos atendimentos para covid-19

20 Feb 21 - 13h33 Atualizado 20 Feb 21 - 13h43 Juliet Manfrin
COLAPSOU? Superlotados, hospitais particulares “param” novos atendimentos para covid-19

Aos poucos os hospitais particulares de Cascavel estão interrompendo os atendimentos para pessoas sintomáticas à covid-19, tanto para quem tem planos de saúde quanto para atendimentos particulares. 

No entendimento de gestores de saúde da rede particular, o colapso chegou à cidade, com o pior diagnóstico em ocupação de leitos desde o início da pandemia. Considerando os leitos SUS para covid-19, a ocupação neste sábado segundo boletim diário, é de 95% e os leitos particulares estão todos ocupados.

Em 3 hospitais consultados pela reportagem do Portal24, dois deles já não estão atendendo pessoas com sintomas de covid-19, um deles desde ontem, um terceiro deverá parar nesta tarde de sábado (20). Durante a semana, os pacientes sintomáticas que estavam chegando à rede particular, eram atendidos e vinham sendo encaminhados para outras unidades, de acordo com a disponibilização de leitos. Agora, sem leitos disponíveis, nem os atendimentos ambulatoriais são realizados, considerando que, caso precise de leito, não haverá para onde encaminhar o paciente.

Em uma das unidades consultadas pela reportagem, a ocupação de leitos SUS para covid passa dos 100% e o pior diagnóstico: pacientes que precisam de internamento em enfermarias as vezes precisam de leitos UTI em poucas horas diante da piora no quadro clínico. 

O giro de leitos também tem sido outra preocupação: em média, 70% dos pacientes ocupam um mesmo leito, portanto sem rotatividade, por um mês ou mais. Os outros 30% ou recebem alta médica ou morrem vítima da doença. Neste sábado, 11 meses após o início da pandemia em Cascavel, o município contabilizou a triste morte de número 300 e somente hoje 202 novos diagnósticos da doença. Segundo o boletim diário da Secretaria Municipal de Saúde de Cascavel, 57 cascavelenses estão em UTI covid-19 e 66 em leitos de enfermaria.

Uma paciente que precisa de atendimento após apresentar sintomas da covid-19 e que tem plano de saúde relatou ao Portal24 que tentou em 2 hospitais e em ambos a informação foi de que o pronto-atendimento para sintomáticos da covid-19 não estão sendo realizado hoje, mas que os atendimentos podem retornar nos próximos dias, de acordo com a liberação de leitos. “Inclusive, em um deles, a sugestão foi de que eu procurasse o Hospital de Retaguarda”, destacou.

A Unimed, que representa um dos principais planos de saúde de Cascavel, afirmou à reportagem que não foi comunicada pelos hospitais para o não atendimento de pacientes sintomáticos. A cooperativa está consultando sua superintendência e o departamento jurídico e se manifestará neste sábado sobre a situação.

Como o retorno dos atendimentos pode voltar de acordo com a disponibilização de leitos, a indicação feita inclusive por gestores da saúde é que, se você estiver com sintomas e pretende procurar a rede particular, que antes disso entre em contato com o seu hospital de referência.

Outro iminente complicador é que, além de não haver mais leitos, faltam também profissionais para atendimento nas UTIs.

Profissionais que estão na linha de frente da covid-19 em Cascavel afirmam ainda que, no atual ritmo, considerando rede pública e particular, Cascavel pode não ter mais leitos nas próximas 24 horas.

Via: Redação/Juliet Manfrin - Foto: Assessoria Huop


Envie sugestões de Pautas ou Fotos, para o nosso Whatsapp que a nossa equipe irá atender você.
Entre no nosso grupo do WhatsApp: Clicando Aqui

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.