segunda-feira, 17 de maio de 2021

Futebol

Palmeiras vence o primeiro jogo na disputa pela Copa do Brasil contra o Grêmio

28 Feb 21 - 23h05 Juliet Manfrin
Palmeiras vence o primeiro jogo na disputa pela Copa do Brasil contra o Grêmio

Via: Zero Hora - Foto: André Ávila/Agência RBS

Não foi a atuação que o torcedor gremista aguardava após 60 dias de espera para a final da Copa do Brasil desde a classificação na semifinal contra o São Paulo. Neste domingo, o Grêmio teve pouco volume ofensivo e foi derrotado pelo Palmeiras por 1 a 0, na Arena, na ida da decisão. O gol dos paulistas foi marcado por Gustavo Gómez, aos 31 do primeiro tempo, após escanteio batido por Raphael Veiga.


Com a derrota, o Tricolor precisará vencer na Arena Palmeiras no próximo domingo, às 18h. Um triunfo por um gol levará a decisão aos pênaltis. Para conquistar o hexa no tempo normal será preciso uma vitória por, no mínimo, dois gols de diferença. O jogo desta noite deixou uma certeza: o Grêmio precisará jogar muito mais para alcançar levantar a taça da Copa do Brasil.


Se o Grêmio caiu de desempenho desde a classificação para a final da Copa do Brasil terminando o Campeonato Brasileiro apenas com uma vaga na Pré-Libertadores, o Palmeiras chegou ao jogo sob desconfiança pela má campanha no Mundial de Clubes somada ao baixo rendimento nos últimos compromissos do Brasileirão.


Esse cenário levou os dois técnicos a fazerem mudanças nas equipes. No lado gremista, Renato Portaluppi promoveu uma troca no gol, com Paulo Victor ganhando a vaga de Vanderlei. Na zaga, Paulo Miranda venceu a disputa com Rodrigues e David Braz. Já Abel Ferreira reconduziu o experiente Felipe Melo à titularidade e surpreendeu com a escalação do garoto Wesley no setor ofensivo.

A proposta do português ficou bem clara desde o início do jogo. Com Wesley e Rony, ele procurava ter velocidade pelos lados para aproveitar os lançamentos longos de Felipe Melo Zé Rafael e o pivô de Luiz Adriano. Kannemann teve um papel fundamental para conter o centroavante palmeirense na maior parte do primeiro tempo.

Com a marcação encaixada, o Grêmio cumpriu o primeiro papel de frear o ímpeto dos visitantes. Faltava ao time gremista um maior poder de criação. Sem conseguir infiltrar, Jean Pyerre e Maicon arriscaram de fora da área, mas não acertaram o alvo.

Em um jogo tão fechado, o gol só poderia sair mesmo em uma bola parada. Paulo Miranda teve sua chance aos 22 em escanteio batido por Jean Pyerre, mas apenas raspou na bola, que se perdeu pela linha de fundo. Aos 31, Gustavo Gómez foi certeiro também em uma jogada que partiu de um escanteio. Após batida de Raphael Veiga, o paraguaio se desmarcou de Paulo Miranda e testou firme para superar Paulo Victor e abrir o placar: 1 a 0.

O gol fez o Grêmio se abrir mais. Seguindo com dificuldade para entrar na zaga paulista, Alisson teve a melhor chance para o empate em chute da entrada da área aos 41. De pé esquerdo, ele mandou uma bola que passou perto do travessão.

Antes do intervalo, Luiz Adriano, que a essa altura já procurava jogar pelo lado de Paulo Miranda, ainda teve uma grande oportunidade em passe de Raphael Veiga. Ele recebeu às costas do zagueiro gremista e saiu frente a frente com Paulo Victor finalizando por cima do gol. Na saída do gramado, o goleiro fez sua avaliação sobre o gol sofrido.

— Foi falha de comunicação, a bola passou baixo pelo primeiro pau, o Renato fala disso. Temos que ter tranquilidade porque ainda falta muito para acabar essa decisão — afirmou. 

Os dois times voltaram sem mudanças para a etapa final. O Grêmio passou a ter o controle da posse da bola, mas seguiu sem capacidade de infiltrar na área do Palmeiras, que teve uma grande chance para o segundo gol aos 10 minutos. Raphael Veiga novamente apareceu como garçom. Ele deu uma caneta em Paulo Miranda e cruzou na medida para Rony, que, livre, chutou por cima do gol de Paulo Victor.

O Palmeiras tinha o jogo sob controle até que Luan fez uma bobagem aos 19. Em uma disputa perto da bandeirinha de escanteio, o zagueiro deu uma cotovelada em Diego Souza e levou o vermelho direto deixando o Grêmio em vantagem numérica na partida. 

Abel Ferreira então sacou o atacante Wesley para repor a defesa com Alan Empereur. Na mesma troca, Gabriel Menino entrou no lugar de Raphael Veiga, que era o destaque do jogo até então. Logo depois, Gabriel Veron entrou por Luiz Adriano. Renato respondeu com mudanças ofensivas. O centroavante Churín e o atacante Ferreira entraram nos lugares do volante Maicon e do lateral-direito Victor Ferraz.

Com menos de três minutos em campo, Ferreira se aproveitou de uma falta batida de forma rápida por Diego Souza e chutou cruzado para defesa de Weverton. Foi a primeira participação do goleiro do Palmeiras no segundo tempo.

Com um homem a mais, o Grêmio foi para o tudo ou nada. Renato ainda mandou Thaciano, Isaque e Vanderson a campo nos minutos finais, mas o time seguiu insistindo apenas nos cruzamentos. A falta de criação mesmo contra dez homens custou caro para o Tricolor, que precisará vencer em São Paulo para conquistar o hexa.


Envie sugestões de Pautas ou Fotos, para o nosso Whatsapp que a nossa equipe irá atender você.
Entre no nosso grupo do WhatsApp: Clicando Aqui

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.