terça-feira, 28 de setembro de 2021

Educação

Mais de mil cursos avaliados em 3 meses

26 Jul 21 - 07h13 Izadóra Lemos
Mais de mil cursos avaliados em 3 meses

Foto: Divulgação

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) atingiu a marca de 1061 avaliações de cursos e instituições de educação superior. O número é referente às avaliações in loco presenciais e virtuais. A modalidade on-line representa 80,4% das avaliações externas, com 853 visitas virtuais, e 208 presenciais. Os dados são referentes ao período de 26 de abril a 19 de julho de 2021.

O alcance dessa marca é devido à implementação da modalidade virtual, que tem dado maior celeridade ao processo de avaliações in loco dos cursos e das instituições de educação superior. O novo formato ainda não atende a todos os cursos, mantendo o modelo de avaliação presencial para medicina, odontologia, enfermagem e psicologia.

As avaliações on-line têm duração mínima de dois dias para avaliar os cursos e três dias para avaliação institucional. Durante as visitas virtuais, realizadas por videoconferência, pela plataforma Microsoft Teams, os avaliadores analisam documentos e entrevistam representantes institucionais e docentes, além de realizarem a avaliação das instalações físicas da instituição. Também são vistoriados os sistemas de informática utilizados, tal qual a avaliação presencial in loco. Nesse caso, apenas entrevistas e depoimentos sigilosos não podem ser registrados. Os demais procedimentos são gravados para maior transparência dos processos. Após as visitas on-line, os avaliadores têm até cinco dias para a finalização do relatório.

A avaliação externa virtual in loco não mudou a metodologia da avaliação presencial, mantendo o mesmo rigor acadêmico, técnico e metodológico das análises institucionais e de cursos de graduação. O que a difere da modalidade presencial é a utilização da tecnologia, com uso de imagens ao vivo, no processo. 


Avaliação in loco

O Inep é responsável pela avaliação externa in loco de cursos das instituições de educação superior. O objetivo é garantir a qualidade do ensino ofertado nesse nível educacional, além de ser um dos pilares avaliativos constantes na Lei do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). O processo se baseia nos referenciais básicos para as regulações e as supervisões da educação superior.

As avaliações também servem como subsídio para a informação, por parte da sociedade, sobre a qualidade do ensino superior ofertado no Brasil. A avaliação institucional ocorre para que as instituições possam ser credenciadas ou recredenciadas, conforme decisão do Ministério da Educação (MEC). Do mesmo modo, o processo avaliativo dos cursos acontece para que as graduações ofertadas possam ser autorizadas, reconhecidas, assim como ter renovação de reconhecimento conferida ou ainda transformação de organização acadêmica. 


Via: MEC


Envie sugestões de Pautas ou Fotos, para o nosso Whatsapp que a nossa equipe irá atender você.
Entre no nosso grupo do WhatsApp: Clicando Aqui

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.