terça-feira, 28 de setembro de 2021

Brasil

Depol não encontra suspeitos ao analisar imagens do prédio de Joice Hasselmann, diz jornal

27 Jul 21 - 21h38 Atualizado 27 Jul 21 - 21h46 Vinicius Carpes
Depol não encontra suspeitos ao analisar imagens do prédio de Joice Hasselmann, diz jornal

Foto: Divulgação Redes Sociais

A Polícia Legislativa da Câmara  (Depol), que investiga o suposto atentado contra a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), não encontrou nenhum suspeito entrando no local ou qualquer anormalidade nas imagens das câmeras do prédio em que a parlamentar mora em Brasília (DF). As informações foram divulgadas pelo colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Conforme a Depol, 16 câmeras do prédio onde fica o apartamento funcional da deputada foram periciadas. Além do dia do suposto ataque, que teria ocorrido no ultimo dia 18, a polícia também analisou os dias antes e depois da data informada por Joice. Os investigadores também colheram o depoimento de funcionários que trabalham no local.

Oficialmente, a Depol não informou se encontrou algo suspeito ou não nas imagens analisadas. O laudo com as análises deve ser divulgado até quarta-feira (28). Em nota ao Estadão, o departamento diz ter enviado inquérito sobre o caso para o Ministério Público Federal. “Caberá ao Procurador da República oferecer ou não a denúncia à Justiça Federal”, informou em nota.

A assessoria da Câmara disse que há segurança nos locais onde se localizam os apartamentos funcionais dos parlamentares. “Os prédios possuem vigilância armada e porteiros, ambos 24 horas por dia, 7 dias por semana. Além disso, há câmeras de segurança e rondas ostensivas, com viatura caracterizada”, diz a nota.

“Demais informações sobre a investigação do caso da deputada Joice Hasselmann, no âmbito do Departamento de Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados, são sigilosas, conforme artigo 20 do Código de Processo Penal”, diz a nota.

Ainda nesta terça-feira, 27, a Polícia Civil realizou uma perícia no apartamento da deputada e, ontem, o carro dela foi vistoriado pelas autoridades.

Também na segunda-feira, 26, Joice prestou depoimento por mais de duas horas na Polícia Civil do Distrito Federal sobre os ferimentos no seu corpo – ela sofreu fraturas e hematomas e relatou ter acordado, ensanguentada, domingo retrasado em seu apartamento funcional, em Brasília.

NOTA DE JOICE HASSELMANN

Na noite de hoje, a deputada emitiu uma nota comentando o assunto.

“A nota da Depol prova o que eu tinha dito desde o início sobre as datas do ocorrido e derruba a tese espalhada por governistas de suposto acidente de carro: eu não saí de casa, como, aliás, é de praxe nos finais de semana. Eu mesma pedi perícia à PCDF do meu automóvel para comprovar que não houve qualquer avaria”, afirma Joice Hasselmann.

Ainda segundo o documento divulgado, Joice diz que há problemas nas câmeras de segurança nas escadas e nas entradas dos apartamentos funcionais "eu mesma chamei a atenção para o problema em meu depoimento à Depol"

Joice afirma ainda que não existem câmeras de segurança nas escadas, nem nas entradas dos apartamentos funcionais. “eu mesma chamei a atenção para o problema em meu depoimento à Depol e agentes alegaram que seria para resguardar a “privacidade” dos parlamentares. Comuniquei a falha de segurança também à Procuradoria da Mulher da Câmara e à Polícia Civil”, disse.

Via: IstoÉ - Camila Turtelli/Agência Estado


Envie sugestões de Pautas ou Fotos, para o nosso Whatsapp que a nossa equipe irá atender você.
Entre no nosso grupo do WhatsApp: Clicando Aqui

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.