sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Cascavel

AO VIVO: Comissão de Saúde discute implantação do Centro de Cirurgias Programadas no Huop

16 Sep 21 - 18h21 Atualizado 17 Sep 21 - 07h55 Vinicius Carpes
AO VIVO: Comissão de Saúde discute implantação do Centro de Cirurgias Programadas no Huop

Foto: Reprodução CMC

Os vereadores que integram a Comissão de Saúde da Câmara, Edson Souza (presidente), Cidão da Telepar (secretário) e Sadi Kisiel (relator), organizam na próxima quinta-feira (16), a partir das 19h, uma reunião aberta para discutir a fila de cirurgias eletivas em Cascavel e região e a implantação do Centro de Cirurgias Programadas no HUOP (Hospital Universitário).

As cirurgias eletivas são aquelas que não são consideradas de urgência, mas envolvem atendimento de média complexidade. Após passar pelo atendimento de emergência, os pacientes podem aguardar por anos até que seu caso seja resolvido. Enquanto isso, muitas doenças se agravam e muitos pacientes podem, inclusive, morrer sem ter conseguido fazer a cirurgia.

Em Cascavel há cerca de 6 mil pessoas esperando por cirurgias eletivas e 1.500 na fila do Hospital Universitário. Os números não são unificados e são de responsabilidade de cada prestador do serviço, por isso é difícil ter dimensão da real situação da população.

Para encontrar soluções para o problema – que afeta todos os municípios atendidos pela 10ª Regional de Saúde – os vereadores cascavelenses chamaram representantes do Cisop, Unioeste, Consamu, Hospital de Retaguarda, Hospital Universitário, a própria 10ª Regional, secretarias municipais de saúde da região, câmara municipais, deputados estaduais e conselhos municipais de saúde.

A comunidade pode acompanhar presencialmente a reunião, respeitando as regras de distanciamento social e a lotação máxima do plenário, e também pelas redes sociais, ao vivo pelo Youtube e Facebook da Câmara de Cascavel.

Via: Assessoria de Imprensa/CMC


Envie sugestões de Pautas ou Fotos, para o nosso Whatsapp que a nossa equipe irá atender você.
Entre no nosso grupo do WhatsApp: Clicando Aqui

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.